Social Icons

                        twitterfacebookrss feedemail

sábado, 29 de maio de 2010

Review Condor Viola Bass VB40 Deluxe

Teste do contrabaixo Condor Viola Bass VB40 DeluxeComo qualquer beatlemaníaco sonhava em ter um Höfner, mas como comprar um instrumento que custa mais de 4.000 contos? Por isso fiquei imensamente satisfeito quando a Condor lançou seu Viola Bass.

Comprei-o pela pura paixão minha pelos Beatles, não esperando grandes coisas do bichinho, só que quando ele chegou o bichinho virou um monstrão e me deu não um tapa de luva de pelica, mas um soco no meio da cara.

A primeira coisa a se constatar é: o baixo é simplesmente MARAVILHOSO!!!! O acabamento é perfeito e ele é idêntico, mas idêntico mesmo ao 500/1 que o Paul usou na primeira turnê mundial da banda.

Se você duvida, entre no site da Höfner e veja os modelos '62 e '63 e comprove. Ele vem com um hardbag excelente dispensando totalmente a necessidade de se comprar um case mesmo. O importante a se dizer sobre esse baixo é o seguinte: trata-se de uma réplica de um modelo de época, portanto não espere dele o desempenho de um instrumento para se tocar metal pois essa não é a praia do bicho.

Revelado segredo para aprender a tocar baixo sem sair de casa. Ele é semi-acústico, isso mesmo, o bichão é oco, dá pra ouvi-lo mesmo desplugado. Ele possui escala curta, e conjuntamente com a característica citada anteriormente, faz com que o modelo tenha uma sobra de graves. Mas o que seria um defeito torna-se seu principal atrativo. Ele tem um grave suave e profundo, sem a pressão sonora de um instrumento maciço, o que faz que seu som lembre muito um upright.

O espaçamento entre as cordas é pequeno tornando difícil tocá-lo em pizzicato, o ideal é usar palheta mesmo, mas afinal de contas, o Paul toca com palheta, então se vire e aprenda a usá-la (eu mesmo apanhei um pouco, mas depois acostumei). O interessante é que usando a palheta o seu dele fica ainda mais parecido com um baixo acústico. O legal disso é que ele não serve apenas pra tocar Beatles, seu timbre cai muito bem pra tocar músicas no formato acústico, achei seu som muito mais legal do que todos os baixolões que eu testei além do que um baixolão é instrumento extremamente desconfortável para se tocar.

E como o VB40 tem um visual totalmente diferenciado ele não fica esteticamente díspar em relação aos violões. Agora uma dica: para o timbre ficar melhor ainda o ideal é você trocar o encordoamento que vem nele, que é roundwound e colocar um flatwound, que é o que vem nos Höfners originais e era o encordoamento usado na época. Um encordoamento que possui o tamanho correto do VB-40 é o D'addario Flatwounds Chromes 0,45 MEDIUM Scale. Vai ser um pouco difícil encontrá-lo, talvez seja necessário encomendá-lo, mais vale a pena pois o timbre fica absolutamente animal!!! Quando tiver um prazo posto um vídeo testando o bichão. Abraço.

Johnny Rivers
Baixista e produtor (noooooossa!!!)
P.S.: quando eu fizer um brog posto o endereço




PARA VOCÊ:
Gostou desta matéria? Leia mais na seção REVIEWS

19 comentários:

  1. To doido pra comprar um Viola Bass.
    Vlw pelas dicas...

    ResponderExcluir
  2. Boaaa..
    Meu sonho é ter um Viola Bass..
    vlw pelas dicas.. flw

    ResponderExcluir
  3. Po show ein! Quero comprar ele, achei lindão! Mais o vendedor disse que não da pra fazer slap, só se retirasse essa parte branca! É vdd? Show de review! Abrsço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, um amigo meu me disse isso uma vez. Mas acho que pra comprar um baixo desses voce tem que tocar algo dos beatles ou da época, pq se não fica difícil hahaha

      Excluir
    2. Realmente o som deste instrumento é bem vintage. Ideal para sons mais antigos. Obrigado por participar.

      Excluir
  4. Caro amigo Josair. Não é só tirar o escudo. O timbre deste instrumento é mais gordo e opaco, com poucos médios para tirar um bom slap. Isto não quer dizer que não seja possível fazer slap, mas apenas, existem outros instrumentos mais adequados para um estilo mais "funkye".
    A Equipe Central do Rock agradece seu comentário e fica a disposição para tirar qualquer outra dúvida.

    ResponderExcluir
  5. EXCELENTE REVIEW!!!!!

    concordo com tudo, com exceçao a tensao sugerida nas cordas.

    acabei de comprar um. comprei cordas flat da nig, mas escolhi 0.40, pois tenho as mesmas 0.45 no meu precision e achei que seriam muito pesadas para o "hofner".

    quanto ao resto, PERFEITO!

    ABRAÇO!

    ResponderExcluir
  6. Caro amigo Josair em relação ao slap além das características citadas pelo Elvis há o problema que o espaçamento entre as cordas é muito pequeno o que torna quase impossível tocar thumbs e pops no Hofner. Nem pizzicato dá pra fazer direito, por isso eu disse na matéria que esse instrumento foi feito para se usar com palheta. Qualquer dúvida estamos aqui pra ajudar, e é isso que torna o blog um negócio bacana! Abraço!

    ResponderExcluir
  7. Caro amigo Ideraldo o problema é que a cordas da NIG não são lá "aquela" maravilha. Além de terem o timbre horroroso elas deixam o instrumento muito "duro", o troço vira um "toco"! Isso é que causou a impressão que você teve com seu Precision. Pra você ter uma idéia um 0.45 da D'addario é mais macio do que um 0.40 da NIG, além do timbre ser 1.000 vezes melhor. Aliás, não recomendo 0.40 para nenhum baixo, pois elas não dão a mesma "pressão" além de não dar uma boa "pegada" no instrumento. Sugiro que você compre um D'addario Flatwounds Chromes 0.45 Medium Scale que é o que eu uso. O preço é mais salgado, claro, só que vale a pena, pois o legal das cordas flatwounds é que quanto mais velhas elas ficam mais "gostoso" fica o som delas. Blz! Qualquer dúvida estamos a disposição. Abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Johnny, onde você tem comprado essas cordas da Dáddario. Tenho procurado em todo canto e não as acho. Meu e-mail affonsoamerico@globo.com
      Vale a dica.
      Abraço
      Affonso

      Excluir
  8. Olá, eu tenho vontade de possuir um violin bass, mas me disseram que o modelo da condor não é oco e por isso é muito pesado. Você pode me dizer se o original, sendo oco, pode tocar desplugado que sai som? e se é verdade que esse baixo é pesado mesmo? obrigado

    ResponderExcluir
  9. Caro amigo Gilcterra o baixo é oco sim, como eu disse no review pois os Höfner 500/1 originais são ocos também (assim como a cabeça do sujeito que te falou isso! kkkk). E por causa desta característica é que é possível tocar com ele desplugado além dele ser leve como uma pluma. Dá tranquilamente pra estudar e tocar sozinho, ele só não vai ter o volume de som suficiente para acompanhar um violão, por exemplo.
    Pode comprar o instrumento tranquilamente e quando comprá-lo vá lá mostrar pro cara que te falou esta besteira pra fazer "figa" nele! kkkk. Abraço e estamos à disposição.

    ResponderExcluir
  10. Essa historia dos condor viola bass com corpo solido é verdade os antigos realmente eram, pra diferenciar os condor com tarraxa de baixo normal, são todos de corpo solido, os com tarraxa pequena que são os novos todos ocos

    ResponderExcluir
  11. Olha, eu nunca tinha ouvido falar a respeito dessa história do corpo sólido, mas parece que realmente a Condor já chegou a fabricar desse jeito. Mas isso já saiu de linha, então podem ficar tranquilos. Os VB-40 Deluxe são ocos, e é por isso que se tornaram um sucesso de vendas. E justamente por esse sucesso é que corre o risco da Höfner processar a Condor e exigir que eles façam um modelo como menos semelhanças (assim como a Fender processou a Shelter em relação as Strato), então se vcs querem comprar o bichão, comprem logo, antes que a vaca vá pro brejo.

    ResponderExcluir
  12. to pra pegar um hoje...

    ResponderExcluir
  13. Respostas
    1. Primeiramente, obrigado por participar amigo.

      Olha, de uns tempos pra cá este baixo está difícil mesmo de achar no mercado. Só tenho visto no Mercado Livre, não sei te dizer porque.

      Um abraço,

      Elvis Almeida

      Excluir
  14. To vendendo o meu Condor Viola Bass VB40 Deluxe, com hardcase sob medida... quem tiver interesse me mande um email tiagonielson@gmail.com

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Featured Posts

TV Central do Rock

Uma TV diferente e irreverente. Fique antenado com o que acontece no underground do Rock, bastidores, bandas, shows e eventos independentes.

Notícias

Fique de olho em nossas notícias sobre o mundo Rock. Não deixe de assinar nossos feeds e seguir nossos canais no Facebook e Twitter.

Reviews

Se você é músico, especialmente guitarrista, temos muitos reviews e artigos sobre pedais, amplificadores e guitarras.

Bandas

Entrevistas, releases, shows... etc. Entre em contato e divulgue sua banda também.

 

Opinião

As colunas e artigos deste portal expressam a opinião de seus autores e não necessariamente da Central do Rock.

Copyright

Copyright 2009-2013. Central do Rock (www.centraldorock.com.br). Todos os direitos autorais reservados.

Política de Privacidade

A Central do Rock respeita sua privacidade e seus dados pessoais. Em caso de dúvidas leia atentamente nossa Política de Privacidade.