Social Icons

                        twitterfacebookrss feedemail

sábado, 29 de maio de 2010

Como abaixar a altura das cordas? Central do Rock ensina - por Johnny Rivers

Como abaixar a altura das cordas? Central do Rock ensina - por Johnny Rivers
Primeiro passo - Ajuste do tensor e saddles

Com o instrumento desafinado gire o tensor em direção à corda mais grave para tornar o braço mais convexo ou em direção à corda mais fina para torná-lo mais côncavo.Às vezes é necessário tirar alguma corda do nut para conseguir girar a chave. Deixe o braço o mais reto possível. Nas guitarras esse procedimento é mais simples pois a tensão das cordas na guit não altera muito a curvatura do braço, mas no caso de contrabaixo a coisa é mais complicada. Como o calibre das cordas é maior, por melhor que seja a madeira do braço, ele vai emborcar um pouco, então faça o seguinte. Com o instrumento desafinado procure deixar o braço ligeiramente convexo, pois assim, quando afinar o instrumento as cordas puxaram naturalmente o braço e ele ficará reto. Ajustado o tensor passe agora para os saddles (carrinhos) e tente abaixá-los o máximo possível sem que isso cause trastejamento. Agora, se mesmo fazendo isso seu instrumento ainda é um berimbau, passemos ao segundo passo.

Segundo passo - Ajuste do ângulo do braço

Existe aquele ditado: "Se Maomé não vai à montanha, a montanha vai a Maomé", ou seja, se as cordas não chegam até o braço, cheguemos o braço até as cordas! Isso é o que os luthiers chamam de "ajuste do ângulo do braço". O procedimento que vou passar é o mesmo que eles fazem, com a diferença, é claro, que eles possuem todas as ferramentas, materiais e a técnica para fazer um serviço perfeito. Vou passar um paliativo, mais não se enganem, o negócio funciona.  Desparafuse o braço (lembre-se de memorizar a posição dos parafusos pois muitos têm tamanhos diferentes). Corte pequenas tiras de cartolina - aproximadamente 1 cm de largura - e procure ajustar o comprimento para que elas não tapem os buracos dos parafusos. Pegue uma porção delas - comece por exemplo com 2mm - e coloque-as no encaixe do corpo na parte onde a ponta do braço encosta nele. Parafuse novamente o braço, ajuste de novo os saddles e verifique se melhorou. Caso ainda esteja alto, experimente colocar mais algumas tiras. Vá testando até chegar a um resultado satisfatório. Mas lembre-se: não esperem transformar um instrumento fuleiro numa máquina top de linha, atenham-se à realidade. Mas não fiquem desanimados, esse procedimento melhorar muito, mas muito mesmo, a ação das cordas.


Johnny Rivers

Baixista e produtor (noooooossa!!!)
P.S.: quando eu fizer um brog posto o endereço



PARA VOCÊ:
Gostou desta matéria? Leia mais colunas e dicas nas seções COLUNISTAS e DICAS IMPORTANTES
Você curte equipamentos? Leia nossas análises na seção REVIEWS

8 comentários:

  1. espetacular esse segundo método
    era exatamente o que eu estava precisando
    muito obrigado

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado por participar de nosso portal. Um abraço.

      Excluir
  2. Existe alguma opção de baixar a ponte? No caso de uma Ibanez DRG 270 C novinha.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ola Josué, tudo bem?

      Dependendo do tipo de ponte da sua guitarra é possível abaixar as cordas direto na ponte.

      Os ajustes descritos na coluna são mais específicos para baixo, pois em geral as guitarras são mais flexíveis na regulagem da ponte.

      Qualquer dúvida, leve a um Luthier.

      Obrigado por participar amigo.

      Excluir
  3. Respostas
    1. As dicas do baixista Johnny são mais específicas para baixo.

      Normalmente, guitarras possuem mais opções de regulagem.

      O ajuste do ângulo do braço sugerido pelo autor funciona somente em instrumentos com braço parafusado.

      Atenciosamente,

      Elvis Almeida

      Excluir
  4. e se o violão n tiver tensor q nem o meu ? '-'

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Dependendo do violão será possível no máximo ajustar o cavalete (ponte) para baixo. Infelizmente vários violões não possuem nenhum tipo de regulagem, pois não possuem tensor, o braço é colado e a ponte é fixa.

      Lembrando que as dicas do Johnny são mais específicas para baixo.

      Abraço.

      Elvis Almeida

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Featured Posts

TV Central do Rock

Uma TV diferente e irreverente. Fique antenado com o que acontece no underground do Rock, bastidores, bandas, shows e eventos independentes.

Notícias

Fique de olho em nossas notícias sobre o mundo Rock. Não deixe de assinar nossos feeds e seguir nossos canais no Facebook e Twitter.

Reviews

Se você é músico, especialmente guitarrista, temos muitos reviews e artigos sobre pedais, amplificadores e guitarras.

Bandas

Entrevistas, releases, shows... etc. Entre em contato e divulgue sua banda também.

 

Opinião

As colunas e artigos deste portal expressam a opinião de seus autores e não necessariamente da Central do Rock.

Copyright

Copyright 2009-2013. Central do Rock (www.centraldorock.com.br). Todos os direitos autorais reservados.

Política de Privacidade

A Central do Rock respeita sua privacidade e seus dados pessoais. Em caso de dúvidas leia atentamente nossa Política de Privacidade.